As vendas de música e os meios sociais on-line

As vendas de música e os meios sociais on-line

A influência entre os meios sociais on-line e as vendas de um álbum ou single é real e concreta. Quem o afirma é a Next Big Sound, uma empresa que mede o consumo e as decisões de compra de música digital a nível mundial.

Segundo um estudo publicado recentemente, existe uma correlação clara entre as vendas de álbuns/singles e a visualização de sites e redes sociais de bandas e músicas. Enquanto que os ouvintes compram mais facilmente um single que tenham ouvido na rádio ou no YouTube, quando estes investem num álbum tendem a informar-se previamente acerca da banda ou do artista através do site oficial ou (admire-se) da Wikipedia!

De acordo com a Next Big Sound, é possível tirar partido dos meios sociais não apenas para aumentar as vendas mas também para prever o sucesso de um álbum antes de este ser lançado, senão vejamos:

Correlações entre meios sociais e vendas de singles

Para a venda de singles, a influência mais preponderante é a passagem da música na rádio, seguida de perto pelo YouTube e logo a seguir pelo Facebook. O autor do estudo sugere assim que o conhecimento prévio da música tem uma influência na decisão de compra do consumidor.

Correlações entre meios sociais e vendas de álbuns

A situação é algo diferente quando se trata de analisar vendas de álbuns. A correlação entre a compra de um álbum e visitas à página da Wikipedia do artista ou banda é impressionante. Como a Wikipedia não é um site de divulgação audio-visual, esta tendência sugere que os potenciais compradores de um álbum querem saber mais da(s) pessoa(s) que o fizeram.

Relações de causalidade entre redes sociais e vendas digitais

O estudo tentou verificar os dados anteriores calculando a probabilidade de uma verdadeira relação de causalidade segundo o teste de causalidade de Granger . No caso da venda de álbuns, os principais indicadores que poderiam determinar as vendas futuras de um álbum são as visitas à página web de um artista ou banda, seguido das visitas à página do Facebook (e note-se que este dado tem mais peso do que o "Gosto" na página), de passagens na rádio, mais uma vez das visitas à Wikipedia e, para além do Twitter, os vários serviços audio-visuais ou audio on-line. A venda de singles apresenta algumas diferenças, mas as visitas ao site do artista / banda, as visitas à página do Facebook e as visitas à página da Wikipedia estão entre os principais meios que influenciam directamente a venda do single.

Conclusões

Como noutro tipo de produtos ou serviços, quanto mais envolvidos estiverem os fans de um artista ou de uma banda maior é a probabilidade de consumirem ou adquirirem os seus álbuns ou singles. E nos dias de hoje criar uma relação com os fans passa obrigatoriamente pela presença nos meios sociais on-line correctos e da forma mais eficaz.